Carta aberta sobre o discurso e ações contra as fake news

A SOCICOM assinou, em conjunto com mais 35 entidades da sociedade civil,  a carta aberta sobre as fake news divulgada por ocasião do Internet Governance Forum (IGF), em Genebra, na Suíça, no dia 21 de dezembro. A carta surgiu como reação à criação de um grupo especial sobre o assunto  pelo Tribunal Superior Eleitoral no Brasil  - com representantes do Tribunal, dos Ministérios da Justiça e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, da Agência Brasileira de Inteligência  entre outros -  e a um possível monitoramento da internet pelo Exército.

 

Tentando ultrapassar a discussão sobre a mera  disseminação de informações "má intencionadas" e a manipulação de conteúdos,  bem como sua utilização  como pretexto a possíveis ações de censura,  as entidades  alertam que " a terminologia tem sido amplamente difundida nas narrativas vindas de países do hemisfério norte , mas não podemos importar tal conceito sem levar em conta a longa história de concentração e manipulação da mídia na América Latina e Caribe" e que, portanto, não obstante o esforço de toda a sociedade na luta contra a desinformação e transparência midiática  e garantia de informações claras e completas, a defesa à liberdade de expressão  e direito à informação são  clausulas pétreas a qualquer ação e discussão sobre o assunto.

 

A carta pode ser lida a partir do seguinte endereço: https://direitosnarede.org.br/c/openletter-latinamericacivilsociety-ifg2017/#IGF2017