Nº DE 2017

Espaço Aberto

Escola de verão da Alaic tem inscrições abertas

 

Desenvolvida pela ALAIC e uma rede de universidades, a Escola de Verão destina-se a estudantes de mestrado ou doutorado e seu principal objetivo é contribuir para a melhoria de seus projetos de tese, através do diálogo com professores nacionais e internacionais convidados e com outros estudantes de diferentes países da América Latina.

 

As inscrições podem ser realizadas até 15 de novembro de 2017, enviando a documentação indicada pela na chamada para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

A Escola de Verão da ALAIC (EV-ALAIC) tem como objetivo principal promover apoio para estudantes de pós-graduação (mestrado e doutorado), por meio de debates e oficinas de discussão teórico-metodológica para a realização de seus projetos de dissertação e tese.

 

Nesta quinta edição poderão participar pós-graduandos com projetos de teses e dissertações orientados ao campo da comunicação e também à ciência da informação. Para comprovação de participação e integralização de créditos, será emitida a certificação correspondente por 30 horas presenciais e outras trinta para a preparação do artigo. Para o registro nos respectivos programas de pós-graduação se sugere a inclusão com o nome de “A pesquisa em comunicação na América Latina”.

 

Entre as atividades estão previstos seminários no período da manhã integrados por professores nacionais e internacionais convidados, cuja temática será estabelecida em função dos interesses de pesquisa dos participantes e propostas do comitê organizador. A participação dos acadêmicos nos debates poderá acontecer de maneira presencial ou a distância. Durante os seminários, haverá um diálogo com todos os participantes.

 

Além dos seminários, são realizadas reuniões de Grupos de Trabalho e oficinas coordenados por professores, nas quais os participantes vão compartilhar e debater seus projetos de dissertação e teses e vão receber contribuições para enriquecê-los.

 

A Escola de Verão propicia ainda espaços de convivência e intercâmbio entre estudantes e docentes, visitas a experiências de interesse para os participantes (meios de comunicação, experiências comunitárias, grupos de pesquisa).

 

Após a fase presencial, os estudantes vão preparar um artigo sobre a temática de seu projeto de tese ou de dissertação, incorporando os aportes da Escola. Os trabalhos serão avaliados pelo comitê organizador com o apoio de outros professores convidados, que vão determinar a aprovação ou não dos mesmos e a publicação dos que considerem que tenham um nível adequado para isso.

 

São requisitos para apresentação de candidaturas:

 

• Um CV resumido de até 2.000 palavras, incluindo matérias e outros cursos de pós-graduação realizados e níveis de domínio do espanhol e do português categorizados em alto, médio ou baixo;

• Um resumo do seu projeto ou anteprojeto de dissertação ou de tese de até 2 mil palavras incluindo: 1. Apresentação do tema, problema e/ou pergunta(s) de pesquisa. 2. Principais antecedentes e referências teórico-conceituais. 2. Objetivos e metodologia proposta. 3. Resultados esperados. 4. Referências bibliográficas.

 

Estes documentos poderão ser apresentados em espanhol ou em português, em Arial 12, espaço 1,5 em arquivos .doc, .odt ou .rtf, espaço simples, que devem ser enviados para: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Com base nesta documentação, o comitê organizador selecionará até um máximo de 50 participantes, com uma quota para pós-graduandos uruguaios. Haverá prioridade para os integrantes de pós-graduação das instituições que fazem parte da Rede de Universidades EV-ALAIC. A lista de selecionados será publicada até 30 de novembro de 2017.

 

As atividades da Escola não terão custos para os pós-graduandos selecionados. Será oferecido alojamento solidário em domicílio de pós-graduandos locais e almoço gratuito na cantina da FIC para os participantes estrangeiros mais bem qualificados no processo de seleção. Os demais podem localizar ofertas de hospedagem em portais especializados, tais como Booking, Airnb, etc. É possível encontrar hospedagem perto da FIC e em caso de necessidade de transporte, o deslocamento, por exemplo, do centro de Montevidéu até a FIC custa cerca de um a sete dólares (ônibus ou táxi). Os almoços na cantina da FIC ou em lugares próximos têm um custo entre 7 e 12 dólares.

 

Mais informações estão disponíveis em: www.fic.edu.uy,

www.universidad.edu.uy e www.montevideo.gub.uy/ciudad-y-cultura/turismo.

 

O  deslocamento até Montevidéu está a cargo de cada estudante com os apoios que

conseguir encontrar em seus programas de pós-graduação e/ou entidades de apoio científico. Para contribuir com tais solicitações, a organização da EV-ALAIC pode enviar uma carta de aceitação formal.

 
 

Siga-nos

Espaço Aberto

Escola de verão da Alaic tem inscrições abertas

 

Desenvolvida pela ALAIC e uma rede de universidades, a Escola de Verão destina-se a estudantes de mestrado ou doutorado e seu principal objetivo é contribuir para a melhoria de seus projetos de tese, através do diálogo com professores nacionais e internacionais convidados e com outros estudantes de diferentes países da América Latina.

 

As inscrições podem ser realizadas até 15 de novembro de 2017, enviando a documentação indicada pela na chamada para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

A Escola de Verão da ALAIC (EV-ALAIC) tem como objetivo principal promover apoio para estudantes de pós-graduação (mestrado e doutorado), por meio de debates e oficinas de discussão teórico-metodológica para a realização de seus projetos de dissertação e tese.

 

Nesta quinta edição poderão participar pós-graduandos com projetos de teses e dissertações orientados ao campo da comunicação e também à ciência da informação. Para comprovação de participação e integralização de créditos, será emitida a certificação correspondente por 30 horas presenciais e outras trinta para a preparação do artigo. Para o registro nos respectivos programas de pós-graduação se sugere a inclusão com o nome de “A pesquisa em comunicação na América Latina”.

 

Entre as atividades estão previstos seminários no período da manhã integrados por professores nacionais e internacionais convidados, cuja temática será estabelecida em função dos interesses de pesquisa dos participantes e propostas do comitê organizador. A participação dos acadêmicos nos debates poderá acontecer de maneira presencial ou a distância. Durante os seminários, haverá um diálogo com todos os participantes.

 

Além dos seminários, são realizadas reuniões de Grupos de Trabalho e oficinas coordenados por professores, nas quais os participantes vão compartilhar e debater seus projetos de dissertação e teses e vão receber contribuições para enriquecê-los.

 

A Escola de Verão propicia ainda espaços de convivência e intercâmbio entre estudantes e docentes, visitas a experiências de interesse para os participantes (meios de comunicação, experiências comunitárias, grupos de pesquisa).

 

Após a fase presencial, os estudantes vão preparar um artigo sobre a temática de seu projeto de tese ou de dissertação, incorporando os aportes da Escola. Os trabalhos serão avaliados pelo comitê organizador com o apoio de outros professores convidados, que vão determinar a aprovação ou não dos mesmos e a publicação dos que considerem que tenham um nível adequado para isso.

 

São requisitos para apresentação de candidaturas:

 

• Um CV resumido de até 2.000 palavras, incluindo matérias e outros cursos de pós-graduação realizados e níveis de domínio do espanhol e do português categorizados em alto, médio ou baixo;

• Um resumo do seu projeto ou anteprojeto de dissertação ou de tese de até 2 mil palavras incluindo: 1. Apresentação do tema, problema e/ou pergunta(s) de pesquisa. 2. Principais antecedentes e referências teórico-conceituais. 2. Objetivos e metodologia proposta. 3. Resultados esperados. 4. Referências bibliográficas.

 

Estes documentos poderão ser apresentados em espanhol ou em português, em Arial 12, espaço 1,5 em arquivos .doc, .odt ou .rtf, espaço simples, que devem ser enviados para: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Com base nesta documentação, o comitê organizador selecionará até um máximo de 50 participantes, com uma quota para pós-graduandos uruguaios. Haverá prioridade para os integrantes de pós-graduação das instituições que fazem parte da Rede de Universidades EV-ALAIC. A lista de selecionados será publicada até 30 de novembro de 2017.

 

As atividades da Escola não terão custos para os pós-graduandos selecionados. Será oferecido alojamento solidário em domicílio de pós-graduandos locais e almoço gratuito na cantina da FIC para os participantes estrangeiros mais bem qualificados no processo de seleção. Os demais podem localizar ofertas de hospedagem em portais especializados, tais como Booking, Airnb, etc. É possível encontrar hospedagem perto da FIC e em caso de necessidade de transporte, o deslocamento, por exemplo, do centro de Montevidéu até a FIC custa cerca de um a sete dólares (ônibus ou táxi). Os almoços na cantina da FIC ou em lugares próximos têm um custo entre 7 e 12 dólares.

 

Mais informações estão disponíveis em: www.fic.edu.uy,

www.universidad.edu.uy e www.montevideo.gub.uy/ciudad-y-cultura/turismo.

 

O  deslocamento até Montevidéu está a cargo de cada estudante com os apoios que

conseguir encontrar em seus programas de pós-graduação e/ou entidades de apoio científico. Para contribuir com tais solicitações, a organização da EV-ALAIC pode enviar uma carta de aceitação formal.